Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
 
 
 
 
Panorama, 17 de dezembro de 2017 | COMO CHEGAR ATÉ NÓS ATRAVES DE SUA LOCALIZAÇÃO:
RIO PARANÁ
Imagem Noticia para indexar no facebook

O Rio Paraná é Formado pela confluência dos rios Paranaíba e Grande, o Rio Paraná é o segundo rio em extensão na América do Sul e o décimo do mundo em vazão.

Sua bacia abrange mais de 10% do território nacional incluindo parte dos estados de Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Paraná. Seus principais tributários são os rios Tietê, Paranapanema, Iguaçu e Paraguai.
 
Entre os municípios de Guaíra e Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná, ocupa 170 quilômetros de trecho contíguo aos territórios brasileiro e paraguaio, onde foi formado o Reservatório para o aproveitamento hidrelétrico de Itaipu.

A jusante de Itaipu, segue seu curso fazendo divisa entre Argentina e o Paraguai até receber seu maior afluente, o Rio Paraguai, formando juntamente com o Rio Uruguai a Bacia do Prata.

Bacia Hidrográfica do Paraná

A rede hidrográfica do território paranaense que drena suas águas diretamente no Reservatório de Itaipu é denominada Bacia do Paraná III. Com 8.000km2 e podendo ser subdividida em 13 sub-bacias essa área envolve total ou parcialmente os municípios de Altônia,Cascavel, Céu Azul, Diamante do Oeste, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Guaíra, Itaipulândia, Marechal Candido Rondon, Maripá, Matelândia, Medianeira, Mercedes, Missal, Nova Santa Rosa, Ouro Verde do Oeste, Pato Bragado, Quatro Pontes, Ramilândia, Santa Helena, Santa Teresa do Oeste, Santa Teresinha de Itaipu, São José das Palmeiras, São Miguel do Iguaçu, São Pedro do Iguaçu, Terra Roxa, Toledo e Vera Cruz do Oeste.

Entre os rios que formam a bacia podemos destacar o São Francisco que nasce em Cascavel, o Guaçu, que nasce em Toledo, o São Francisco Falso, que nasce em Céu Azul, o Ocoí, que nasce em Matelândia; além do São Vicente e Passo Cuê.

Cerca de 900.000 pessoas habitam os 28 municípios que a compõem, destacando-se quatro deles com populações entre 70 e 260 mil habitantes.

Relativamente ao IDH-M, os índices situam-se entre 0,850 e 0,676 e o saneamento básico atende pouco mais de 50% das maiores aglomerações, com índices precários nos pequenos centros urbanos.

A economia baseia-se no setor primário, com alguns focos de forte industrialização e concentração turística na parte sul, região da tríplice fronteira com a Argentina e Paraguai.

 

 

Dados Técnicos:

Área: 1.350 km2 cota normal operacional (770 km2 estão do lado brasileiro e 580 km2 no lado paraguaio).
Volume de água: 29 bilhões de m3
Extensão: 170 km
Largura máxima: 12 km
Largura média: 7 km
Profundidade: média - 22,5m
Máxima 170m (próximo à barragem)
Nível normal operacional (cota): 219,00 a 220,30 metros acima do nível do mar
Nível máximo: 223,10 metros acima do nível do mar
Nível mínimo: 197,00 metros acima do nível do mar

Outros dados:


O Reservatório possui 66 pequenas ilhas, das quais 44 estão na margem brasileira e 22 na paraguaia.
Grande parte dos 29 bilhões de metros cúbicos de água represada no Reservatório é renovada em média a cada 32 dias.

Fauna aquática

Produção pesqueira anual: média de 1.450 toneladas

Um total de 189 espécies de peixes vivem no Reservatório de Itaipu. As mais abundantes na pesca profissional são:

1ª Armado 36%
2ª Corvina 16%
3ª Mapará 9%
4ª Curimbatá 6%
5ª Barbado 6%

Pescadores

Até a formação do Reservatório de Itaipu, em 1.982, as duas colônias de pescadores então existentes reuniam 113 filiados no trecho do rio Paraná que vai de Foz do Iguaçu a Guaíra.

Atualmente, cerca de 500 pescadores profissionais, agrupados em 05 colônias e 03 associações, sobrevivem da pesca no Reservatório. Se esse número for somado ao dos pescadores esporádicos, que têm outras atividades, eleva-se para cerca de 800.

Usos múltiplos instalados na margem brasileira do Reservatório

9 praias artificiais localizadas nos municípios de Santa Helena, Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Itaipulândia, Mercedes, Porto Mendes, São Miguel, Missal, Entre Rios do Oeste.
435 corredores usados pelo gado para tomar água. Esses acessos cortam a faixa de proteção e são chamados de corredores de dessedentação.
2 pontos de captação de água para consumo humano, um em Foz do Iguaçu e outro em Santa Terezinha de Itaipu.
30 pontos de captação de água para irrigação de culturas agrícolas.
24 pontos de captação de água para usos diversos (exceto irrigação).
5 portos de descarga de areia.
3 portos de travessia: Santa Helena, Porto Mendes, Pato Bragado e Guaíra.
63 pontos de pesca.
7 criadores de peixes em tanques-rede (meta de expansão até dez/2005-200 criadores, principalmente pescadores).
6 bases náuticas: Foz do Iguaçu, Entre Rios do Oeste, Guaíra, Itaipulândia, Marechal Cândido Rondon e Santa Helena.

Tamanho

O Reservatório de Itaipu é o sétimo em tamanho do Brasil.

 

Fonte Ache Tudo regiao







melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior
















Galeria Multimídia
Galerias
2017 © Todos os direitos reservados